Aliança do Yoga

Este Centro possui Professores Filiados na Aliança do Yoga

Notícias

Curso de Thai Yoga Massagem
Flor de Lótus

Curso de Thai Yoga Massagem no Centro Flor de Lótus

 

 

 

O Centro Flor de Lótus oferece o Curso Introdutório de Thai Yoga Massagem.

 

A Thai Yoga Massagem é a Massagem Tradicional da Medicina da Tailândia. Possui suas origens na Índia, a mais de 2500 anos atrás.

 

Este é um fantástico método de relaxamento corporal, visa o re-equilíbrio energético do organismo como um todo.

 

Para conhecer mais do método leia o texto ao final desta página ou clique no link abaixo e assista ao vídeo:

 

http://www.youtube.com/watch?v=TP3vNjVXb-c

 

 

Este curso é destinado para pessoas que desejem aprender a técnica da Thai Yoga Massagem, para aplica-lá e utiliza-lá como ferramenta profissional

 

Este curso será ministrado por Jamile Ansolin (veja a biografia da professora abaixo)

 

Datas:

15, 16 e 17 de Maio

 

15 de Maio – 19:00 as 22:00

16 de Maio – 8:30 as 12:00 e das 14:00 as 18:00

17 de Maio – 8:30 as 12:00 e das 14:00 as 18:00

 

Valores:

360,00 reais a vista ou

Parcelado em 3 vezes de 125,00 reais

 

Cada um dos participantes do Curso deve trazer seu Próprio Cobertor

 

Será fornecido Material Didático (incluso no valor do curso)

 

Vagas Limitadas para 8 alunos

Reserve sua Vaga com Antecedência

 

 

 

Conheça melhor a Thai Yoga Massagem

 

A História da Thai Yoga Massagem (Nuad Bo'Rarn)

 

A Tradicional Massagem Medicinal da Tailândia, mais conhecida como Thai Yoga Massagem, é uma das mais antigas modalidades de cura no mundo. Originária da Índia durante a existência de Buda, há mais de 2500 anos atrás, foi introduzida por um homem considerado santo, Shivago Komaphaj, um contemporâneo de Buda e seu médico pessoal assim como médico do rei da Índia.

 

 

 

Com a expansão do budismo para além da Índia, assim também este sistema de cura se espalhou. Cedo em seu desenvolvimento encontrou expressão no sudeste da Ásia onde, por séculos, era aplicada por monges como um elemento da medicina Thai. O povo Thai, como muitos orientais, via a doença como um sinal de desequilíbrio do corpo/mente/espírito e procuravam ajuda nos templos locais. Eles eram tratados com os quatro elementos da tradicional medicina Thai:

 

·                     Dieta nutricional

·                     Ervas (para uso interno e externo)

·                     Conselhos espirituais (especialmente práticas de meditação budista)

·                     Thai Yoga Massagem (que formava a estrutura básica do tratamento físico)

 

Enquanto sua evolução se tornou nebulosa pela passagem do tempo e ausência de material escrito, pode-se observar a grande influência do Yoga, da medicina Ayurvêdica, da tradicional medicina chinesa de movimentos (que freqüentemente imitam os ásanas do yoga) e atenção aos pontos de pressão (similar as nadis da Ayurvêda e aos meridianos da medicina chinesa).

A Tailândia está situada na rota entre a Índia e a China. Sua história e cultura , assim como sua medicina, é afetada por sua localização. Enquanto a massagen Thai demonstra ter suas raízes tanto na medicina chinesa quanto na Ayurvêdica, algumas pesquisas sugerem que a terminologia utilizada está mais próxima do sistema Ayurvêdico , indicando realmente uma origem proveniente da Índia. Muitos estudiosos acreditam que a Índia seja a origem da medicina chinesa também. Portanto é possível que a Thai tenha uma grande familiaridade com a língua Indiana, particularmente devido ao fato de a tradição ter sido transmitida juntamente com os sagrados ensinos budistas.

 

 

 

Tradicionalmente a Thai massagem ainda mantém elementos dessa forte conexão espiritual. Os terapeutas iniciam seu dia de trabalho com uma prece ao doutor Shivago, que é recitada na original língua Pali, e são relembrados dos Quatro Divinos Estados Mentais paciência, compaixão, sabedoria e equilíbrio - ou simplesmente desejar o bem - que por fim leva ao sentimento de graça fazendo com que a pessoa encontre o equilíbrio e a equanimidade na vida.

 

Tradicionalmente praticada em templos budistas pelos monges especializados em manipulação corporal, esse trabalho nos dias de hoje não se limita mais aos templos. Quando a medicina ocidental se tornou moda, a medicina tradicional sofreu uma queda, tornando-se algo "under-ground" ressurgindo anos depois quando a medicina ocidental não mais foi vista como algo sempre superior ás antigas tradições. Havia indiscutivelmente um elemento folclórico em torno da massagem, que era sempre aplicada por familiares aos membros de suas próprias vilas, especialmente por as mulheres não serem admitidas nos templos e portanto não poderem receber a massagem dos monges. Hoje em dia a Thai é praticada por toda a Tailândia, em escolas de massagem, antigos e tradicionais hospitais, nos spas dos hotéis, nas praias e praticamente em cada esquina onde haja um "empreendimento" Thai. Alguns desses empreendimentos, especialmente em Bangkok, não são legítimos, com muitos terapeutas tendo recebido apenas o treinamento básico. Mesmo assim outros locais oferecem tratamentos maravilhosos com verdadeiros mestres dessa fusão de alongamento, acupressão, meditação e arte curativa. Há ainda muito a ser aprendido com esses tradicionais praticantes de Thai da Tailândia.

 

 

 

A Base da Thai Massagem - uma antiga arte de terapia corporal para cura, saúde e transformação

 

A Thai Yoga Massagem é uma manipulação interativa do corpo usando alongamento passivo, movimento articular e gentil pressão nos pontos ao longo das linhas de energia.

Estes movimentos auxiliam a:

 

·                     reajustar a estrutura óssea

·                     aumentar a flexibilidade

·                     aliviar tensão nas articulações e músculos

·                     estimular os órgãos internos

·                     aliviar estresse e tensão física/mental/emocional

 

Um componente essencial da teoria medicinal da Thai descreve três aspectos ou princípios dinâmicos do corpo segunda a medicina Ayurvédica que podem causar as doenças. Esses três aspectos, ou Doshas, são Pitta), Vata e Kapha. Embora toda a matéria que há na terra seja composta de quatro elementos, apenas os seres humanos tem os Doshas, sendo que um dos três Doshas será sempre predominante. Os três doshas tem características especificas dos elementos que os influenciam: terra e água influenciam Kapha; fogo influencia Pitta; ar influencia Vata. Portanto Kapha possui a firmeza e estabilidade da terra e a fluidez da água. Pitta possui a energia transformadora do fogo. Vata possui a mobilidade e abrangência do ar. O equilíbrio ou desequilíbrio dos doshas é o que determina o estado de saúde de um indivíduo.
A partir dessas teorias básicas,o aspecto que mais claramente se relaciona com a prática da Thai é a teoria do vento. Na aplicação das técnicas da Thai, o ritmo lento e cadenciado e as pressões profundas tem de fato a intenção de afetar o elemento ar que esta presente no corpo. O terapeuta procura facilitar o correto movimento e localização deste elemento no corpo e liberar o ar em locais onde ele esteja estagnado. Os numerosos alongamentos que são um importante componente da Thai tem o objetivo de movimentar o ar que se acumula nas articulações e na estrutura do corpo.

 

 

 

O efeito é tanto relaxante quanto energizante. Receber uma Thai Massagem é um pouco como fazer uma prática de yoga sem realmente colocar qualquer esforço enquanto recebe um tratamento de acupressão!

 

As sessões podem durar de 1h30min a 3hrs e são aplicadas no chão em um futon ou colchonete largo com o cliente vestido com roupas confortáveis. A Thai usa basicamente dois procedimentos primários - a aplicação suave de acupressão com as mãos, pés e cotovelos e uma ampla variação de movimentos de alongamento passivos.

Com estas técnicas, aplicadas em uma atmosfera silenciosa e meditativa, cria-se espaço na estrutura músculo-esquelético, o corpo começa a se "abrir" e ganhar novamente flexibilidade e facilidade de movimentos enquanto a mente gentilmente retorna a um estado de calma e alerta. Tensão e material tóxico é liberado das juntas, músculos e tecido conjuntivo. A energia física, assim como os órgãos internos são estimulados pela pressão nos pontos reflexológicos periféricos.

A técnica dispõe de um conhecimento inerente do funcionamento interno do corpo, um conhecimento desenvolvido através de anos de prática. Existe algo na essência deste trabalho que realmente "mexe" com uma grande variedade de pessoas num nível profundo; algo que satisfaz suas necessidades físicas e emocionais, e talvez os assista até mesmo em suas necessidades espirituais.

É algo que visa a pessoa e é efetivo porque trata o cliente com respeito enquanto o encoraja a se desapegar das restrições físicas e emocionais e ir além de suas limitações presentes.

Esta antiga terapia é benéfica para velhos e jovens, ativos ou inativos, pessoas saudáveis ou não tão saudáveis. Enquanto cada um responderá de acordo com suas experiências e estado de saúde, é importante lembrar que a Thai Yoga Massagem tem sido usada por incontáveis gerações para tratar condições degenerativas e promover bem estar.

A Thai facilita um senso de unidade e equilíbrio, criando uma experiência física dinâmica que integra corpo,mente, emoções e espírito.

 

 

Currículo de Jamile Ansolin

 

 

 

Iniciou a prática de yoga em 1991 e nunca mais parou, tendo passado por diversos estilos e estudado com professores de renome do mundo inteiro, descobriu no Yoga não só uma prática, mas um estilo de vida.

No ano 2000, em Miami conclui seu primeiro curso de formação na tradição do Ashtanga Vinyasa Yoga com Wayne Krassner, discípulo de Pattabhi Jois e autorizado por ele a ensinar o método.

Em 2001 participou do primeiro curso de formação do Instituto Dharma Yogashala com Pedro Kupfer e Camila Reitz.

Mantendo-se aberta e buscando com diversos outros professores um entendimento cada vez maior da prática teve a oportunidade de praticar sob a instrução de professores como David Swenson (Ashtanga Vinyasa), Lino Miele (Ashtanga Vinyasa), Dharma Mitra (Raja Ashtanga Yoga), Shiva Rea (Vinyasa Flow), Sharon Gannon (Jivamukti Yoga), Adhill Palkhivala (Iyengar Yoga), Rodeney Yee (Iyengar Yoga), Ryan Spielman (Ashtanga Vinyasa), David Keil (Ashtanga Vinyasa), Michael Gannon (Ashtanga Vinyasa), Suzi Page (Tantra Hatha Yoga-Pure Yoga) e outros.

Também estudou a Thai Yoga Massagem na filial norte-americana do ITM, Instituto de Thai Massagem de Chiang Mai, Tailândia.

 

 

 

Durante o período de maio a novembro de 2003 esteve nos Estados Unidos estudando e dando aulas no Yoga Grove de Miami. (www.yogagrove.com)

Após uma temporada entre Miami e Nova York em 2004, tendo aulas com Hanuman (www.hanumanyoga.com), Rodney Yee (Iyengar Yoga) e Aadhil Palkhiwala (Iyengar Yoga) sua prática e forma de ensinar se transformaram do tradicional Ashtanga Vinyasa para uma forma mais livre de Vinyasa flow, buscando enfocar também os preceitos de alinhamento, intensidade e permanência conforme a escola de Iyengar Yoga.

No final de 2006 participa do primeiro curso de formação em Iyengar Yoga, autorizado por B.K.S. Iyengar e ministrado em São Paulo por Faeq Biria o que vem enriquecer ainda mais sua prática e ensino de vinyasa yoga.

Iniciou em março de 2008 a formação de três anos em Iyengar Yoga com os profesores italianos Luigi Ridolfi e Manrico Grandolini, esse último expoente da Associação Italiana de Iyengar Yoga, passando a dedicar-se ao aprofundamento da prática e ensino desse método.

Ela ensina para aprender! Buscando encorajar o questionamento e a busca pelo equilíbrio entre disciplina e entrega, tradição e criatividade, a consciência testemunha e o ego!

 

 

 

Fonte: Centro Flor de Lótus

Rua Gonçalves Dias, nº. 109 Pio Correa - Criciúma/SC